31 de ago de 2018

Resultados do SAEB 2017



Prezados leitores do Blog, foram publicados os resultados do SAEB 2017.


Segundo o MEC:
"(...) somente 4,52% dos estudantes do ensino médio avaliados pelo Saeb 2017, ou cerca de 60 mil, superaram o nível 7 da Escala de Proficiência da maior avaliação já realizada na educação básica brasileira. Com os resultados, o MEC atestou que se não houver uma mudança no panorama de educação no ensino médio brasileiro, em breve os anos finais do ensino fundamental vão superar a última etapa da educação básica em relação aos ganhos de aprendizagem. De forma geral, a baixa qualidade nessa etapa prejudica a formação dos estudantes e, consequentemente, atrasa o desenvolvimento social e econômico do país" (http://portal.mec.gov.br/component/content/article?id=68271)

Download dos slides que explicam sucintamente os resultados

Download da planilha com os resultados por Brasil, Estados e Municípios

Download do documento direcionado à mídia (jornalistas)

5 de mar de 2018

Logaritmos, trigonometria, matrizes e determinantes: uma análise de itens do ENEM do ponto de vista curricular


Logaritmos, trigonometria, matrizes e determinantes: uma análise de itens do ENEM do ponto de vista curricular

Jean Piton-Gonçalves, Erica Rachel de Souza, Maiza Lamonato

Este artigo responde à questão “de que forma e quantidade os itens que envolvem os conteúdos de logaritmos, trigonometria, matrizes e determinantes vem ocorrendo nas provas do ENEM ao longo dos últimos anos?” A motivação provém (i) da lacuna da literatura quanto à proporção entre os conteúdos curriculares propostos do Ensino Médio e aqueles avaliados pelo ENEM e (ii) dos conteúdos que são requisitos para as disciplinas de cálculo, geometria analítica e álgebra linear em cursos de ciências exatas e de engenharias. Foram minerados os microdados do ENEM de 2009 a 2014 e analisado o currículo de Matemática do Estado de São Paulo. Resultados mostram que, em seis anos de aplicação do ENEM, apenas 3.3% do conteúdo curricular pertence aos conteúdos analisados, comprometendo a validade de conteúdo do teste.

Referência

PITON-GONÇALVES, J.; SOUZA, E. R. ; LAMONATO, M. . Logaritmos, trigonometria, matrizes e determinantes: uma análise de itens do ENEM do ponto de vista curricular. EDUCAÇÃO MATEMÁTICA EM REVISTA-RS, v. 2, p. 1-22, 2017.

12 de abr de 2017

O Moodle como ferramenta de apoio a uma disciplina presencial de ciências exatas

Este trabalho descreve uma experiência com o sistema de gerenciamento de cursos Moodle em uma disciplina de Métodos de Matemática Aplicada presencial oferecida pelo DM-UFSCar. Dentre as suas formas de utilização, focamos seu uso como ferramenta de apoio ao processo de ensino aprendizagem. O Moodle fornece um espaço de aprendizagem como um processo dinâmico, facilitado pela internet e baseado no construcionismo social, e vem atender as necessidades do professor e aluno. Destacamos a colaboração mutua dos participantes, o cooperativismo, a troca e compartilhamento de materiais, fóruns, salas de bate-papo, questionários, pesquisas, coleta e revisão de tarefas, diários, avaliação entre colegas e o registro de notas no ensino a distância e que podem ser utilizadas numa disciplina presencial ou parcialmente presencial. Uma disciplina presencial planejada na perspectiva do Moodle apresenta vantagens com relação a disciplinas que apenas utilizam métodos tradicionais de ensino.


Referência

SALVADOR, J. A. ; PITON-GONÇALVES, J. . O Moodle como ferramenta de apoio a uma disciplina presencial de ciências exatas. In: COBENGE - Congresso Brasileiro de Ensino de Engenharia, 2006, Passo Fundo. Anais do XXXIV COBENGE, 2006. Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Digital

5 de out de 2016

ENEM e as escolas reprovadas: o equívoco

 
Sabemos que o ENEM não é um exame projetado para avaliar as escolas, mas apenas o desempenho dos participantes diante do grupo (pela TRI) e, ainda, é VOLUNTÁRIO.

Porém a mídia vem realizando um péssimo trabalho, replicando resultados distorcidos que só prejudicam as escolas e os professores.

No blog do Prof. Freitas, especialista neste assunto, há o aprofundamento dessa discussão:

"Todo ano é a mesma coisa. É hora do ENEM – Exame Nacional do Ensino Médio – ganhar a mídia e incentivar a critica ao ensino médio, à escola pública e outras coisas mais. A maioria dos leitores parte do pressuposto de que o dado divulgado autoriza certas críticas feitas. Mas o ENEM tem tantos “furos” que mais se assemelha a um “queijo suíço” na festa midiática (...) o ENEM não serve para fazer prognósticos e nem comparações entre escolas. É um exame voluntário" (Freitas, 2016).

Sugiro a leitura do post crítico do Prof. Freitas aqui: https://avaliacaoeducacional.com/2016/10/04/enem-queijo-suico-na-festa-midiatica/comment-page-1/#comment-4718

2 de ago de 2016

Falece o professor Seymour Papert, um dos precursores da informática na educação

Prezados leitores.

É com pesar e tristeza que transmito a notícia da morte do Matemático e Educador Seymour Papert, que faleceu no dia 31 de julho de 2016. Fonte: http://news.mit.edu/2016/seymour-papert-pioneer-of-constructionist-learning-dies-0801

Papert é um dos pioneiros no trabalho de computadores na educação e da inteligência artificial. Também é o criador da linguagem LOGO. Ele é reconhecido internacionalmente como o precursor sobre as maneiras em que os computadores podem ajudar aprendizagem, principalmente a matemática.

Seus livros mais conhecidos são Mindstorms: Children Computers and Powerful Ideas (1980) e The Children's Machine: Rethinking School in the Age of the Computer (1992). Um importante livro é o Perceptrons (1970), escrito em conjunto com Marvin Minsky.

Nascido e educado na África do Sul (Pretória), participou ativamente do movimento anti-apartheid. Papert, na época, foi perseguido. Ele trabalhou com Jean Piaget na Universidade de Genebra, de (1958-1963), que o levou a conceber o Construcionismo.

Papert, um pioneiro, visionário, influente e um grande professor e pesquisador que deixa sua marca na Educação. Quem ainda não leu seus livros, sugiro fortemente realizar a leitura. Suas ideias são tão fortes, marcantes e atuais, que parece que estamos lendo um livro de 2008 ou 2009.

Nós da área de informática e tecnologias na Educação devemos e agradecemos muito a ele!



 (Pretória, 1 de Março de 1928 – Blue Hill, Maine, 31 de julho de 2016)

Sugestões: assista o vídeo do encontro de Papert com Paulo Freire e visite a Tese de doutorado intitulada Diálogo entre Paulo Freire e Seymour Papert: a prática educativa e as tecnologias digitais de informação e comunicação de Flavio Rodrigues Campos.