4 de set de 2012

Analfabetismo financeiro no Brasil e Educação Financeira


O Brasil é considerado um país com alguns "tipos" de analfabetos, e agora mais um tipo entra para a lista: o Analfabetismo Financeiro. Certamente conhecimentos de Matemática Financeira e informática (planilhas de cálculo e calculadoras) fazem parte deste cenário.

A abertura de crédito fácil e a inflação baixa iludem o brasileiro em suas compras. As pessoas devem ter estratégias, logísticas e previsões para gastos.  É importante conhecer  e mensurar se o juro envolvido faz com que a transação financeira "compense" ou não. Ou seja, 2% de R$ 500,00 não tem o mesmo "impacto financeiro" que 2% em um carro financiado de R$ 30.000,00.

Se estamos em um país capitalista é normal saber trabalhar com suas próprias finanças ao longo do tempo. "Uma pesquisa nacional realizada em 2008 com apoio da BMFBovespa mostrou que é muito baixo o grau de educação financeira da população brasileira" (Folha, 2010).

Para Ricardo R. Rochman da FGV-EAESP "muitas pessoas acreditam que certos varejistas de eletrodomésticos financiam, mesmo, os seus produtos a juros zero. É duro dizer que juros zero simplesmente não existem! Ademais, quem crê na ausência de juros no financiamento deixa de barganhar e desembolsa mais do que outros pelo mesmo produto" (Rochman, 2009).

Para melhorar este cenário, o Governo Federal instituiu por decreto a Estratégia Nacional de Educação Financeira. As diretrizes da Estratégia Nacional de Educação Financeira foram publicadas no Diário Oficinal de União de 23/12, p.7-8. Assim, a Educação Financeira será obrigatória em escolas públicas a partir de 2012, conforme matéria da Folha de São Paulo (http://www1.folha.uol.com.br/mercado/851199-educacao-financeira-sera-obrigatoria-em-escolas-publicas-a-partir-de-2012.shtml).

Há o Programa Educação Financeira nas Escolas, que foi desenvolvido para ajudar os alunos a enfrentarem os desafios cotidianos e a realizarem seus sonhos por meio do uso adequado de ferramentas financeiras, contribuindo assim para um futuro melhor não somente para si próprios como também para o país.  Mais detalhes do curso: http://www.vidaedinheiro.gov.br/EducacaoFinanceira/Default.aspx

Na questão curricular, há a proposta de uma matriz de competências desenvolvida com apoio do Instituto Unibanco (http://www.bc.gov.br/pre/evnweb/atividade/18nov_Painel%204_Palestra%20geral_Jose%20A%20Vasco_201012151218313930.pdf).

Para saber um pouco sobre a História da Matemática Financeira, recomendo um artigo meu escrito em 2005: Breve História da Matemática Comercial e Financeira 2005. (http://hypatia.dm.ufscar.br/jpiton/index.php?option=com_content&view=article&id=12:historiamatematicafinanceira&catid=4:download&Itemid=11)

Febraban lança aplicativo Android para controlar gastos do consumidor
https://play.google.com/store/apps/details?id=br.com.meubolsoemdia.jimbo

Matéria: 9 ideias para juntar uma grana em 2011 - IG (http://jovem.ig.com.br/oscuecas/noticia/2010/12/27/9+ideias+para+juntar+uma+grana+em+2011+10334500.html)




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Algumas recomendações antes de postar um comentário:

* Deve estar relacionado com o assunto da postagem. Caso contrário não será publicado.
* Não serão aceitos: palavrões, ofensas, discriminação e comentários anônimos.

Antecipadamente, obrigado pelo seu comentário.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.