29 de jan de 2010

Teoria de Resposta ao Item e a determinação da dificuldade das questões no ENEM

 
Fonte: http://img.thesun.co.uk/multimedia/archive/00492/SNN2337EXAM-682_492610a.jpg


Conforme já abordado neste blog, um dos pontos importantes da Teoria de Resposta ao Item, ou TRI, é a dificuldade de uma questão. Algumas pessoas me perguntam como é determinada a dificuldade de cada questão em uma prova baseada na TRI.

O normal é realizar um pré-teste, que no caso do ENEM foi realizado com 50 mil alunos do Brasil entre os dias 16 de junho e 3 de julho (Link: http://www.estadao.com.br/noticias/suplementos,ministerio-da-educacao-fez-pre-teste-do-enem-com-50-mil-alunos,427378,0.shtm). Com as informações deste pré-teste, determina-se a dificuldade das questões (chamado na literatura de pré-calibração dos itens). Afirmo que não é um processo simplificado e pode ser feito por um software para a calibração de itens, como por exemplo o PARAM-3PL (PARAM-3PL Calibration Software for the 3 Parameter Logistic IRT Model), disponível em http://edres.org/irt/param.

Um artigo sobre o funcionamento da TRI que eu recomendo para a leitura:


PASQUALI, Luiz e PRIMI, Ricardo. Fundamentos da teoria da resposta ao item: TRI. Aval. psicol. [online]. dez. 2003, vol.2, no.2 [citado 30 Janeiro 2010], p.99-110. Disponível na World Wide Web: <http://pepsic.bvs-psi.org.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1677-04712003000200002&lng=pt&nrm=iso>. ISSN 1677-0471.

Nenhum comentário: